Hoje é 21 de outubro de 2021 as 0:08

62 3224-3488 / 3928-3488

contato@sinaae.com.br

Sinaae-GO, ASC e PUC Goiás renovam Acordo Coletivo para o período 2017-2019

Sinaae-GO, ASC e PUC Goiás renovam Acordo Coletivo para o período 2017-2019

20 de março de 2017
|
0 Comentários
|

Nesta última sexta-feira, dia 17 de março, no gabinete da Reitoria da PUC Goiás, estiveram presentes os representantes dos trabalhadores administrativos

01

Fotos: Weslley Cruz

e os representantes da direção da Universidade para a solenidade de assinatura do acordo coletivo-2017 1 2019, após aprovação em assembleia realizada no auditório do bloco G, da área 1, no dia 15, quarta-feira, com a presença de quase 200 auxiliares administrativos, quando foi amplamente discutida e aprovada pela maioria dos presentes a proposta da reitoria para a renovação do acordo coletivo em vigor que vença no próximo dia 30 de abril.

Na solenidade de assinatura, o presidente do Sinaae-GO, Carlos Passos, reafirmou que nossa categoria não ficou satisfeita com a proposta do índice de reajuste salarial mas, devido ao momento político-econômico por qual passa o país, foi importante garantir a empregabilidade e as cláusulas sociais do nosso acordo, que vem sendo renovado a mais de vinte anos, e com a adição de novos benefícios na negociação anterior, o plano de saúde e o auxílio refeição.

O Sindicato e a ASC, agradecem a participação dos seus filiados e conclamam a todos para que fiquem atentos aos movimentos do governo, que além da proposta da reforma da previdência, vai atacar agora, os direitos dos trabalhadores, e nós temos que protestar e lutar para a manutenção das nossas conquistas mais básicas, a manutenção das nossas conquistas dependem unicamente da nossa mobilização.

04

Fotos: CRPassos

Veja como ficou o reajuste

O reajuste será a reposição da inflação do período (INPC) de 1º de maio de 2016 a 30 de abril de 2017, com antecipação nos salários de março, o piso passa para R$ 1.000,00 (hum mil reais), o auxílio refeição R$ 110,00 (cento e dez reais) e os demais salários terão antecipação de 80% (oitenta por cento) do INPC projetado para abril, o que vai representar algo em torno de 3,50% (três inteiros vírgula cinquenta por cento) e a complementação em 1º de maio.